30 junho 2013

Só para dar uma provinha!

Só para não ficarem com água na boca, vou colocar um fantástico gráfico elaborado por Dr. Roy W. Spencer em que o mesmo compara as simulações feitas por praticamente todos os modelos numéricos de clima conhecidos do ano base de 1977 até 2012, com dados medidos.


O que se vê é que TODOS os modelos de previsão não conseguiram prever NADA.
Os traços são os modelos e as bolinhas e pontinhos abaixo são os resultados medidos, se a tendência deste ano seguir, teremos mais um ponto abaixo das diversas curvas.
.
Maiores detalhes serão apresentados futuramente.

Um comentário:

  1. Caro Maestri

    A coisa ainda é bem pior. Os modelos climáticos não fazem a previsão de clima, fazem apenas cenários. Desta forma, eles rodam mais de 900 cenários e mesmo que um deles acertasse alguma coisa, não significaria que souberam prognosticar algo. É isto que tento passar para o público em geral... além de se tratar de "terra da fantasia", eles, para piorar e atestar a sua incompetência, erraram, e muito! Tenho tentado explicar isto e agora parti para um exemplo mais palatável ao público em geral: Digo que farei "previsões" de quantos filhos a pessoa terá ao final da sua vida e jogo as alternativas de 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6, dizendo todas as combinações possíveis (cenários) desde nenhum, até seis, mas incluo ainda todas as outras combinações, como "terá seis, mas dois vão morrer, resultando em quatro" e assim vai... Muito provavelmente (95% de certeza) um destes cenários vai acontecer e se concretizar no futuro da pessoa. Isto significa que acertei? Claro que não! O mesmo processo acontece com o IPCC, só florido com "processos climáticos" tendo o carro-chefe, o processo impossível de "gases-estufa".

    Muito obrigado pelo espaço.

    Ricardo Augusto Felicio
    Prof. Dr. Climatologia - USP

    ResponderExcluir

Favor manter linguagem adequada, críticas são aceitas, porém palavras chulas farão que se delete o comentário.